Arquivo da tag: Carbocloro

Voluntários do rio II comemora o sucesso e promove diversas atividades em Cubatão

Na primeira semana de dezembro, a Carbocloro promoverá uma série de atividades dentro do projeto Vida e História de Cubatão – Voluntários do rio II. Voltado para crianças do 5º ano do Ensino Fundamental da Rede Pública Municipal, a iniciativa, resultado de uma parceria da empresa com seu Conselho Comunitário Consultivo (CCC), promove a conscientização ambiental e resgata a importância histórica da cidade de Cubatão (SP).

No sábado, dia 1º de dezembro, será realizada a Faxina Ecológica, que contará com a participação voluntária de alunos do curso de Meio Ambiente da ETEC de Cubatão e de membros do CCC. O objetivo da ação é coletar resíduos lançados indevidamente no rio e que se acumulam às margens dos rios nos bairros da Ilha Caraguatá e Jardim Casqueiro, um ato simbólico em prol do meio ambiente. Os envolvidos se encontrarão às 9h00 na Náutica da Ilha, na Ilha Caraguatá, de onde se deslocarão para pontos previamente avaliados como críticos nos dois bairros.

Em outra ação, alunos das escolas municipais de Cubatão terão a oportunidade de assistir ao filme “Cubatão Nota 10” – desenvolvido especialmente para o projeto – no Cine Roxy, localizado no Parque Anilinas. As sessões acontecerão nos dias 4, 6 e 7 de dezembro, sempre no período da manhã.

Com um enredo bastante original, o filme “Cubatão Nota 10”, usa a animação e imagens reais de Cubatão para contar a vida de Jennifer Alcântara, uma menina que precisa entregar um trabalho escolar sobre a cidade e acaba participando de uma história fantástica, por meio da qual faz uma viagem pelo município para descobrir o que ele tem de melhor.

No dia 5 de dezembro, será realizada cerimônia de encerramento do Voluntários do rio II. O evento, promovido em parceria com as secretarias de Meio Ambiente, Educação e Cultura de Cubatão, acontecerá no Cine Roxy de Cubatão, localizado no Parque Anilinas, a partir das 10 horas. Na ocasião, os organizadores da iniciativa farão um balanço das ações promovidas ao longo de 2012.

A programação inclui também a premiação dos três melhores desenhos produzidos pelos alunos que participaram do projeto. As imagens são resultado da gincana de desenhos “A minha Cubatão”, onde as crianças tiveram a oportunidade de retratar o que viram e aprenderam durante as atividades promovidas pelo projeto.

Após a entrega dos prêmios, os participantes poderão acompanhar uma palestra que será ministrada por Fábio Nunes, o Professor Fabião. O biólogo, que é vereador de Santos (SP) há três mandatos consecutivos e concorreu à prefeitura da cidade na última eleição, falará sobre a “Transversalidade da Educação Ambiental na Escola”.

“O projeto é um sucesso em todos os sentidos. A comunidade aprovou a iniciativa. Tenho certeza que o evento de encerramento irá condensar todas nossas realizações”, afirma Daniel Ravanelli, secretário municipal de Meio Ambiente de Cubatão e membro do CCC, que coordena o projeto.

O projeto

Resgatar a importância histórica e cultural da cidade de Cubatão e despertar o interesse das crianças cubatenses pela cidade onde vivem, além de promover a conscientização ambiental. Esses são os principais objetivos do Vida e História de Cubatão – Voluntários do rio II.

“O projeto nasceu da necessidade de criar ferramentas educacionais atrativas para levar às crianças de Cubatão uma nova forma de ver a cidade onde vivem, promovendo a valorização da história, da cultura e do meio ambiente”, explica Ravanelli.

Durante o Voluntários do rio II, as crianças de Cubatão participaram de uma série de ações gratuitas desenvolvidas especialmente para o projeto. Os alunos receberam cartilhas com enfoque na valorização histórica e cultural da cidade e educação ambiental, assistiram ao filme “Cubatão Nota 10” e passearam de barco pelos rios da cidade.

Para Marcio Abreu, diretor Industrial da Carbocloro, desenvolver projetos voltados para crianças é algo fundamental para preservar a história, a cultura e o meio ambiente, já que serão elas as responsáveis pelo futuro da cidade de Cubatão. “A ação torna-se ainda mais relevante por tratar destes temas de forma lúdica para aqueles que serão seus defensores no futuro, ou seja, as crianças. Acreditamos que é por meio de iniciativas como essa que daremos continuidade ao processo de melhoria da imagem da cidade, ao mesmo tempo em que trabalhamos a autoestima dos cubatenses”, destaca Abreu.

Em sua segunda edição, o projeto foi desenvolvido pelo Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro e patrocinado pela empresa. Desta vez, o projeto contou com os benefícios da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), do Ministério da Cultura. De acordo com os organizadores, cerca de 1800 pessoas, entre alunos, professores, além de participantes de outros grupos (3ª idade e projetos ambientais) foram beneficiados pela iniciativa.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Carbocloro lança a segunda edição do projeto Voluntários do rio

Voltado a crianças do 5º ano do Ensino Fundamental da rede pública, o projeto promove a conscientização ambiental e resgata a importância histórica de Cubatão

Resgatar a importância histórica e cultural da cidade de Cubatão (SP) e despertar o interesse das crianças cubatenses pela cidade onde vivem, além de promover a conscientização ambiental. Esses são os principais objetivos do projeto Voluntários do rio II – Vida e História de Cubatão, que será lançado no próximo dia 16 de março, às 15h, no Bloco Cultural de Cubatão, pela Carbocloro em parceria com o seu Conselho Comunitário Consultivo (CCC).

“Voltado para crianças do 5º ano do Ensino Fundamental da rede pública de Cubatão, o projeto nasceu da necessidade de criar ferramentas educacionais atrativas para levar às crianças de Cubatão uma nova forma de ver a cidade onde vivem, promovendo a valorização da história, da cultura e do meio ambiente”, explica Daniel Ravaneli, coordenador do projeto e membro do CCC.

Durante o Voluntários do rio II, que promoverá atividades até o fim do ano letivo de 2012, as crianças de Cubatão poderão participar de uma série de ações gratuitas desenvolvidas especialmente para o projeto. Os alunos receberão cartilhas, assistirão a um filme desenvolvido especialmente para o projeto, que retrata a história e o desenvolvimento de Cubatão, e participarão de um passeio de barco pelos rios da cidade.

Para Marcio Abreu, diretor Industrial da Carbocloro, desenvolver projetos voltados para crianças é algo fundamental para preservar a história, a cultura e o meio ambiente, já que serão elas as responsáveis pelo futuro da cidade de Cubatão. “O projeto torna-se ainda mais relevante por tratar destes temas de forma lúdica para aqueles que serão seus defensores no futuro, ou seja, as crianças. Acreditamos que é por meio de projetos como esse que daremos continuidade ao processo de melhoria da imagem da cidade, ao mesmo tempo em que trabalhamos a autoestima dos cubatenses”, destaca Abreu.

O projeto, foi desenvolvido através da Lei de Incentivo a Cultura (Lei Rouanet) do Ministério da Cultura. A previsão é de que 1600 alunos sejam beneficiados pela iniciativa.

As escolas interessadas em participar do projeto devem fazer a inscrição por meio do site
http://www.historiadecubatao.com.br ou através do email historiadecubatao@gmail.com

Atividades

Entre as atividades, haverá a exibição do filme “Cubatão Nota 10”, com duração de 30 minutos, que usa a animação e imagens reais de Cubatão para contar a vida de Jenifer, uma menina que precisa entregar um trabalho escolar sobre a cidade e acaba participando de uma história fantástica, por meio da qual faz uma viagem por Cubatão para descobrir o que a região tem de
melhor.

Outra atividade do projeto é um passeio de barco com duração de 50 minutos. O trajeto prevê quatro paradas onde serão abordados temas como localização geográfica, vida da população ribeirinha, fauna, flora e conscientização ambiental.

Ao longo do passeio, os alunos devem preencher as atividades da cartilha “Vida e História de Cubatão – Juntos, fazendo uma
cidade nota 10!”, que contém brincadeiras e curiosidades sobre a história, a cultura e o meio ambiente de Cubatão. O conteúdo da cartilha, além de ser trabalhado com os alunos durante as atividades do projeto, poderá servir como material de apoio para as aulas temáticas sobre a cidade.

Ao final, os alunos participam de uma Gincana de desenhos, onde as crianças poderão expor o que viram e aprenderam durante as atividades do projeto.

Todas as atividades, com exceção da Gincana de Desenhos, são realizadas na Náutica da Ilha, na Ilha de Caraguatá, em Cubatão, contando sempre com a supervisão de monitores devidamente treinados.

Sobre a Carbocloro

Instalada no Brasil desde 1964, a Carbocloro S.A. Indústrias Químicas – uma empresa do grupo Unipar e Occidental Chemical Corporation – é líder no fornecimento de cloro para tratamento de água no Brasil e produz matérias-primas que servem de base para importantes segmentos do parque industrial brasileiro.

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, notícia

Educação e cultura em prol da autoestima cubatense

Passeio de barco realizado como parte das ações previstas no projeto de 2009

Por Renato Silvestre

Como fruto do projeto Voluntários do rio, realizado pelo Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro, em 2009, um novo trabalho nasceu e será desenvolvido ao longo de 2012. Trata-se do projeto Voluntários do rio 2 – Vida e História de Cubatão, que foi idealizado e é coordenado pelo ex-secretário do meio ambiente de Cubatão e membro do CCC Carbocloro, Daniel Ravanelli Losada. Voltado para crianças do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de Cubatão, o projeto foi aprovado pelo Ministério da Cultura e será patrocinado pela Carbocloro por meio da Lei Rouanet. A previsão é que 1800 alunos sejam beneficiados com essa iniciativa.

Os principais objetivos desse trabalho são resgatar a importância histórica da cidade, oferecer um panorama da realidade e da atualidade para a construção de uma identidade com o município, além de agregar valor cultural e despertar o interesse das crianças por Cubatão, aumentando sua autoestima.

Durante os atendimentos do projeto, as crianças serão recepcionadas na sede da empresa Náutica da Ilha, no Jardim Caraguatá. Elas receberão cartilhas com enfoque na educação ambiental para preenchimento simultâneo às atividades e assistirão a um filme que aborda a história, o desenvolvimento, aspectos geográficos e o meio ambiente de Cubatão, desenvolvido especialmente para este trabalho. Em seguida partirão para um passeio de barco pelos rios da cidade.

Para Daniel Losada, o Voluntários do rio 2 – Vida e História de Cubatão é uma consequência direta do trabalho do CCC realizado em 2009, mas dessa vez com um viés cultural. Segundo Daniel a expectativa é que o projeto seja um marco em termos educacionais na cidade. “Usaremos uma abordagem pioneira ao trabalhar o conhecimento de forma interativa e dinâmica. Com este projeto, certamente o aluno irá olhar Cubatão com outros olhos e sentir orgulho da cidade. Estou confiante que iremos obter bons resultados”, explica.

1 comentário

Arquivado em Dados do projeto, notícia

Cetesb autoriza hidrovia da Carbocloro

http://www.atribuna.com.br

Sexta-feira, 5 de agosto de 2011 
E-1 – Indústria

Empresa transportará sal em barcaças pelo Rio Cubatão entre a fábrica e navios aportados no Largo do Canéu, evitando a rodovia 

MANUEL ALVES FERNANDES

DA REDAÇÃO

A Cetesb concedeu licença de instalação para a Carbocloro transportar sal em barcaças pelo Rio Cubatão, desde o Largo do Canéu, que fica nas proximidades da região portuária de Santos, até a fábrica.

O primeiro passo da implantação desse sistema hidroviário de cargas na cidade começará com a construção de um píer de atracação, na margem esquerda do Rio Cubatão, em frente ao pátio de estocagem da empresa.

O sal é a matéria-prima usada para a fabricação de cloro-soda e derivados na Carbocloro em Cubatão. O projeto deverá ser concluído até o final de 2012, quando terá início o transporte hidroviário de cargas ao longo de 11 quilômetros dos rios Cubatão e Casqueiro.

A Carbocloro vai investir US$ 25 milhões no projeto. Segundo a assessoria de Comunicação da Cetesb, a Licença de Instalação (LI) foi concedida à Carbocloro noprocesso 13.682/2004 em julho.

Entre as 28 condicionantes ao prosseguimento da licença de instalação para a implantação da hidrovia pelos rios Casqueiro, Cascalho e Cubatão estão a necessidade de obter autorização da Marinha e da Codesp para a construção do cais fluvial na margem esquerda do Rio Cubatão e da estrutura de atracação de navios no Largo do Canéu.

“Haverá, por parte da Cetesb, o acompanhamento do cumprimento dessas exigências para que possa ser emitida a Licença de Operação, a última etapa do licenciamento”, informa a assessoria de imprensa da empresa.

Quando a hidrovia entrar em operação deixarão de ser feitas pelas vias Anchieta e Cônego Domenico Rangoni 60 mil viagens de caminhões por ano exigidas atualmente para o transporte desse sal.

O licenciamento de instalação é a penúltima etapa do início do empreendimento. A empresa obteve licença ambiental prévia em meados de 2009 e conseguiu acelerar a permissão ao fazer algumas alterações no projeto inicial.

A Carbocloro propôs a utilização de barcaças de menor porte em relação ao plano anterior, o que dispensará o aprofundamento do canal do rio, assoreado pelo arraste natural de areia de aluvião, que desce a Serra do Mar, durante as cheias de verão. Serão utilizadas barcaças com capacidade até 800 toneladas, em lugar das anteriormente projetadas para 1.500 toneladas de sal.

No primeiro projeto apresentado, haveria a necessidade de retirar 88 mil metros cúbicos de areia do leito do rio para permitir a navegação de barcaças de maior porte.

Segundo o engenheiro Teodoro Pavão, gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Carbocloro, no Largo do Canéu, onde os navios ficarão atracados, serão colocados berços de transbordo das cargas.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Hidrovia será implantada em 2012

E-1 – Indústria

Sexta-feira, 15 julho de 2011.

http://www.atribuna.com.br

Expectativa da Carbocloro é colocar o sistema de transporte de sal pelo Rio Cubatão em operação até meados do próximo ano 

A REDAÇÃO

O presidente da Carbocloro, MarioCilento, está na expectativa de dar início, até meados do próximo ano, ao sistema de transporte hidroviário de sal pelo Rio Cubatão entre a empresa, localizada na cidade, e o Porto de Santos.

“Estamos muito confiantes e achamos que vai ser uma experiência muito bem-sucedida”, disse ele durante a visita de integrantes do Conselho Superior de Meio Ambiente (Cosema), da Fiesp à empresa, terça-feira. Presidido por WalterLazzarini, ex-secretário estadual de Agricultura e presidente da Cetesb de 1991 a 1993, o conselho é composto por integrantes da sociedade civil, representantes de empresas filiadas à Fiesp e autônomos.

O projeto de implantação do sistema hidroviário de transporte de matérias-primas pelo Rio Cubatão vem sendo examinado há quatro anos pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente. A empresa obteve licença ambiental parcial e vem atendendo a todas as exigências impostas pelas autoridades ambientais na expectativa de implantar o empreendimento. O uso do rio vai reduzir a emissão de poluentes, por queima de combustível, ao tirar das estradas 60 caminhões utilizados hoje no sistema convencional de transporte do sal.

A Cetesb está avaliando agora, segundo Cilento, autorização de instalação do atracadouro para as barcaças que transportarão sal no trecho do rio em frente à Carbocloro.

Para Lazarini, que defende a desburocratização do licenciamento ambiental, as dificuldades enfrentadas pela Carbocloro nesse projeto são um exemplo do que vem acontecendo em todo o País.

De acordo com ele, a demora em concluir o exame de estudos e relatórios legais se deve à falta de material humano nos organismos ambientais, sobrecarregados de serviço. Por isso, muitas vezes são adiados e também desestimulados projetos que gerariam muitos empregos e negócios.

Ele enfatizou que a gestão ambiental é um componente importante no custo das indústrias. Mas, as obrigações legais tem de ter o mesmo peso para os diversos atores envolvidos na cadeia produtiva.

“É muito importante que haja responsabilidade definida para todos os setores. Muitas vezes querem punir algumas áreas e outras não, isso não pode acontecer. Precisamos de um diálogo franco e direto, observando o que é justo e o que é necessário ser feito em termos de responsabilização comum”, frisou.

LICENÇA DEFINITIVA
A Carbocloro aguarda desde 2007 o licenciamento definitivo para utilizar a hidrovia. A intenção da empresa é receber sal no Porto de Santos e transportá-lo por barcaças. Na empresa, esteiras fariam o transporte do produto desde o atracadouro até o armazenamento.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Ação do CCC é destaque em A Tribuna

O plantio de mudas de Palmito Jussara, realizado pelo CCC Carbocloro, durante ida ao Parque Ecológico do Perequê no último domingo, 5 de junho, em alusão ao Dia do Meio Ambiente, foi destaque na edição desta sexta-feira, 10 de junho, do jornal A Tribuna. Abaixo a matéria que foi publicada no caderno Indústria:

E-2
Indústria
A TRIBUNA

Sexta-feira 10 junho de 2011

http://www.atribuna.com.br

Notas da Indústria
CONSELHO
Criado em 2005, formado por membros da empresa e representantes da comunidade, o Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro atua nos setores de saúde, segurança e meio ambiente.

A visita de seus integrantes, no último domingo, ao Parque Ecológico do Perequê foi uma variação das atividades ambientais do grupo, que até então focavam interesse na preservação em áreas de mangue de Cubatão.

Foi a primeira vez que a funcionária da Carbocloro e coordenadora do conselho desde 2007, Silvia Vieira, esteve no Perequê. “Parece que aqui a gente está em outro lugar do País”, disse Silvia, não escondendo sua admiração pela beleza do local.” Já conhecia outras regiões de corredeiras, rios e cachoeiras, mas posso dizer, com certeza, que o Perequê é a mais bonita delas”,afirmou.

Até breve!

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Mais sobre o Perequê

A seguir, confiram entrevista com o guia do Parque Ecológico do Perequê e também membro do Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro (CCC Carbocloro), Wellington Pinheiro. Ele fala sobre a importância do local e faz um importante apelo aos visitantes.

Acessem, comentem e repliquem.

Até breve.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia