Arquivo da tag: Centro Ambiental Afonso Schmidt

Voluntários do Rio é destaque em A Tribuna

Para quem não leu, ou quer ler novamente, segue a íntegra da matéria publicada na edição de hoje do caderno Indústria, do jornal A Tribuna:

Ponte sobre o Rio Cubatão, próxima ao Conjunto Afonso Schmidt

 Voluntários do Rio tem ação destacada pela Carbocloro 

E-2
Indústria

A TRIBUNA Sexta-feira, 27 de novembro de 2009.

http://www.atribuna.com.br

DA REDAÇÃO

Alunos de cinco escolas de Cubatão que participaram nos últimos três meses do projeto Voluntários do Rio, promovido pela Carbocloro e pelo seu Conselho Comunitário Consultivo, recebem domingo a premiação pelo destaque na fase final. Cerca de 1.500 alunos elaboraram, juntamente com os professores e familiares, as melhores redações que retrataram o objetivo do projeto: formar hábitos de consciência de preservação ambiental na comunidade, preservando principalmente os rios e mangues da região. O projeto de conscientização envolveu cerca de 4 mil pessoas, seforem incluídos os familiares dos alunos. Segundo o gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Carbocloro, Teodoro Pavão, a primeira fase teve como foco principal a limpeza dos rios Cubatão, Cascalho e Casqueiro.

CINCO TONELADAS DE LIXO

Durante cinco dias, quatro em- barcações especializadas percorreram um trajeto aproximado de 10 km por dia, recolhendo cerca de cinco toneladas de lixo, composto, em sua maioria, por garrafas pet, plásticos, isopor, entre outros objetos e materiais jogados pelos moradores das margens dos rios de Cubatão, Santos e São Vicente e arrastados pelas marés.

QUASE NO QUINTAL DE CASA

Na semana seguinte, o início da segunda fase do projeto foi marcado pelas apresentações teatrais nas escolas de Cubatão. A peça Quase no quintal de casa abordou a importância do papel de cada indivíduo na preservação e manutenção dos rios e mangues, exatamente o “quintal da casa”, o trecho da cidade comum a todos. Durante uma semana, os atores percorreram cinco escolas, atingindo 1.300 pessoas, entre alunos, professores e funcionários. Em continuidade ao projeto, aconteceram nas escolas as oficinas de reciclagem, que ensinaram aos alunos a transformar garrafas pet em objetos de uso diário, o jogo lúdico alusivo à peça teatral e o Concurso Familiar de Redação, que consolidou os conceitos disseminados nas ações de conscientização desenvolvidas. Na solenidade de domingo, a Carbocloro premiará as cinco melhores redações e as respectivas escolas. No total, foram produzidas por alunos e familiares das cinco escolas participantes do Projeto 304 redações. O encerramento do projeto acontece no Centro Ambiental Afonso Schmidt (Rua Lafayete Custódio, 123 ­ Conjunto Afonso Schmidt), das 8h30 às 12h, após passeio de barco pelo Rio Cubatão.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Voluntários do Rio em sua reta final

Comissão avalia redações dos alunos cubatenses

Por Renato Silvestre

Após quase três meses de árduo trabalho, principalmente, de conscientização e educação ambiental voltada às crianças da rede municipal de ensino de Cubatão, o projeto Voluntários do Rio terá seu encerramento no próximo domingo, 29 de novembro, às 08h30.

O cenário para a divulgação dos vencedores do concurso de redação de cada escola participante será, mais uma vez, o Centro Ambiental Afonso Schmidt. Após a premiação dos alunos, haverá um passeio de barco pelos rios da cidade.

Próximas ações

As melhores redações foram escolhidas por uma comissão formada por membros do CCC e colaboradores da Carbocloro. Paralelamente, foram realizadas atividades lúdicas com as crianças, como o jogo Voluntários do Rio, desenvolvido em uma grande lona, onde os estudantes se tornaram as peças dessa brincadeira, que divertiu e instruiu ao mesmo tempo.

Durante toda essa semana, o CCC e a Carbocloro promovem ainda a coleta de lixo nos rios e mangues da cidade. Após o encerramento do Voluntários do Rio será desenvolvido um relatório com todos os resultados obtidos, além disso está em andamento a produção de mais uma edição do informativo CCC em Ação, que trará cobertura completa do projeto.

O Voluntários do Rio vai encerrando suas atividades esse ano, mas há promessa de muitas outras ações em breve. O importante é conscientização, que a pequena semente plantada pelo CCC e Carbocloro gere frutos e tenhamos um futuro muito mais limpo e saudável nos rios, mangues e comunidades cubatenses.

Em breve a divulgação das redações vencedoras, a cobertura do encerramento do projeto e um apanhado geral dos resultados obtidos.

 Continuem acessando, divulgando e comentando!

1 comentário

Arquivado em Dados do projeto, notícia

Canoaço mobiliza voluntários pelo bem do mangue

Plantio das rizoforas e concentração do lixo recolhido durante o Canoaço

Plantio das rizoforas e concentração do lixo recolhido durante o Canoaço

Por Renato Silvestre

Após uma semana fria e chuvosa, o sol resolveu dar o ar de sua graça na manhã do último domingo, 13 de setembro, em Cubatão. Dia perfeito para iniciar, com chave de ouro o projeto Voluntários do Rio, do Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro.

Elaborado com a iniciativa de ser o grande pontapé inicial do projeto, o Canoaço, levou cerca de 300 participantes aos manguezal da cidade. Em oito embarcações, os participantes dos mais diversos segmentos, de políticos à estudantes, de ambientalistas à crianças, puderam ver de perto o belo voou do Guará-vermelho e o trabalho realizado pelos voluntários, que em cerca de duas horas, retiraram do mangue 20 sacos de 100 litros de lixo.

Um desses voluntários, que estiveram atuando diretamente na retirada de lixo e no plantio de 150 mudas de rizoforas – plantas típicas do mangue –, é Sebastião Flores de Souza Sobrinho. Aos 40 anos, o Baby, como é conhecido entre os canoístas e amigos, viveu desde criança tomando banho nos rios da cidade e curtindo a beleza do mangue. Morador da Vila São José ele acredita que retirada de lixo e conscientização são essenciais. “Esse trabalho deveria ser realizado sempre. É importante conscientizar a população que devemos preservar primeiro, para que a natureza tenha mais recursos para nos dar”, disse.

“É muito triste encontrar com lixo quando vou ao mangue, pois você sabe que aquilo não era desse jeito. Foi o próprio ser humano que fez isso. Temos que fazer nossa parte, não sabemos se vamos mudar o mundo, mas com um pouquinho de cada um o manguezal vai ficar bem melhor”, opinou Baby.

Morador há mais de 40 anos do Conjunto Afonso Schmidt, de onde partiu o Canoaço, Valdecir Francisco dos Santos, relembrou o passado e se disse feliz em ver ações como as realizadas pelo Voluntários do Rio. “Nós tivemos situações complicados aqui no Rio Cubatão. Nós nem acreditávamos que o rio estaria como está hoje. De qualquer maneira, há muito que se fazer ainda. É importante a população conhecer e ver a volta do Guará-vermelho e de tantas outras espécies para que se conscientize da importância do rio”, finalizou. 

 

Educação Ambiental

Quem também esteve presente no evento foi o secretário de educação de Cubatão, Fábio Oliveira Inácio que disse acreditar na importância de se investir nas crianças como forma de propagar a conscientização ambiental. “Entendemos que as crianças têm mais condições de absorver e de serem multiplicadores, porque elas acreditam nessa questão do meio ambiente. É uma geração que já vem com esse tema incorporado, com a preocupação com o consumo da água e da preservação do meio ambiente. A crianças são importantes porque cobram os pais e, inclusive, o poder público quanto a coleta seletiva”, explanou Fábio Inácio.

Para o vice-prefeito de Cubatão e membro do CCC, Arlindo Fagundes, o Canoaço foi um grande passo e a conscientização que virá em seguida é fundamental. “Iniciamos um projeto de educação ambiental e conscientização, que será importante para que a população entenda a importância do rio. O rio sem vida é prejuízo para todos. O Rio Cubatão é importante para toda a região, cerca de 80% da água servida a população da Baixada Santista sai daqui, por isso a educação ambiental aqui na cidade é tão importante”, afirmou o vice-prefeito.

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, notícia

Expectativa aumenta a poucos dias do início do projeto

Membros do CCC em reunião no Centro Ambiental Afonso Schmidt

Membros do CCC em reunião no Centro Ambiental Afonso Schmidt

Por Renato Silvestre

 

A preparação para o projeto Voluntários do Rio entra em sua reta final, e para aparar as últimas arestas do evento inicial, o Canoaço, o Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro se reuniu de maneira extraordinário, na última segunda-feira (31/08), no Centro Ambiental Afonso Schmidt.

Detalhes técnicos, o funcionamento do evento e o andamento das ações preparatórias foram discutidos entre os membros do CCC em clima de expectativa e crescente ansiedade. “Estamos ansiosos para ver o projeto realizado, pois é algo novo e diferente. Quando fizemos a visita técnica (realizada em novembro de 2008) fiquei surpreso, pois foi a primeira vez que vi o rio de dentro para fora. Só assim, pode-se criar uma consciência maior sobre o problema”, revelou Valdenor dos Santos Dias, professor de educação física e membro do Conselho.  

Quem também acredita que a visão de dentro rio pode ajudar a conscientizar é Priscilla de Andrade Batista, estudante de oceanografia e uma das mais novas integrantes do CCC. “A partir do momento que as pessoas presenciam os animais convivendo junto com o lixo que é gerado por todos nós, elas tendem a ficar chocadas e se sensibilizar”, avaliou.

Já para Wellington Pinheiro dos Santos Silva, instrutor de canoagem e, também, conselheiro, a perspectiva é de conseguir levar a consciência ambiental ao maior número de pessoas. “Acredito que o importante será expor o estado que se encontra o manguezal, intensificando a conscientização e mostrando o quanto esse ecossistema está sendo agredido com o depósito diário de lixo da região”, afirmou.

Teodoro Pavão, Gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Carbocloro também revelou estar ansioso pela efetivação das primeiras ações do Voluntários do Rio. “Estamos ansiosos e planejando para que tudo de certo. Nosso objetivo é mostrar para a população que podemos melhorar o meio ambiente, não só coletando o lixo que está no rio, como também, evitando sujá-lo”, disse.

 

O Canoaço 

O Canoaço, que será realizado no domingo, 13 de setembro, reunirá cerca de 250 pessoas, entre autoridades, imprensa e moradores de Cubatão. Todos os participantes poderão ver de perto o atual quadro dos rios Casqueiro, Cascalho e Cubatão, além de comprovar o impacto do lixo na vida do mangue. “O Canoaço mostrará para as pessoas que lugar de rio é lugar de vida, é lugar de peixe e não de lixo”, afirmou Rolando Roebbelen, coordenador do projeto.

 

Quem quiser ter mais informações sobre como participar do Canoaço pode entrar em contato com o Rolando, através dos telefones: (13) 3361-3400 ou (13) 9611-2506. 

Acessem, comentem, questione e repliquem.   

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, notícia