Arquivo da tag: guarujá

Dia Mundial da água em foco

Fonte essencial de vida, a água é o motivo de uma crescente preocupação mundial. Em muitos recantos do mundo, ela praticamente inexiste, em outros, como na Baixada Santista, segundo reportagem abaixo, ainda acontece muito desperdício e um alto consumo desnecessário.

Escassez de água é uma ameaça

A-6
Baixada Santista
A Tribuna – Segunda-feira, 22 março de 2010
http://www.atribuna.com.br

ANDREA RIFER
DA REDAÇÃO
Apesar de a Organização Mundial da Saúde (OMS) considerar desperdício o uso acima de 150 litros de água diários por habitante, na Baixada Santista se consome mais que o dobro do necessário. Segundo a Sabesp, o consumo médio diário por morador da região é de 350 litros e, em períodos de alta temporada, chega a 450 litros.

A produção de água na região em 2009 foi de 17 bilhões de litros de água por mês, em média. Essa quantidade seria suficiente para abastecer apenas 1 milhão 619 mil moradores, número inferior ao da população atual (1 milhão 687 mil pessoas).

Isso significa que a água ­ esse tesouro que parece inesgotável, cujo dia internacional transcorre hoje ­ pode se tornar insuficiente. Na região, por exemplo, com a expectativa de expansão do setor portuário e de atividades geradas pelas descobertas de gás e petróleo nos próximos anos, não é impossível que a demanda pelo recurso hídrico se torne incompatível com a oferta. Ainda mais considerando que o crescimento das atividades econômicas inevitavelmente vai gerar aumento da população.

Em cidades como Praia Grande e Guarujá, por exemplo,nas quais projeções populacionais da própria Sabesp mostram que aumento do número de moradores será mais acentuado, há necessidade de buscar novas fontes desse recurso.

O mesmo acontece em mais duas cidades, conforme o Atlas do Abastecimento Urbano. O diagnóstico elaborado pela Agência Nacional de Águas (ANA) mostra que em quatro das nove cidades da região (além de Guarujá e Praia Grande, também São Vicente e Bertioga), é preciso encontrar novos mananciais ou ampliar os sistemas já existentes a fim de atender a demanda urbana.

Por todo esse cenário, o secretário executivo do Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (CBH-BS), José Luiz Gava, acredita que um dos principais desafios da entidade é “planejar o futuro de forma que o consumo de água não se torne um limitador para o crescimento da Região”.

Caso isso não aconteça, Gava, que é diretor regional do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), não descarta a possibilidade de que, no futuro, a Baixada Santista venha a ser considerada uma bacia crítica.

PARA OS PRÓXIMOS ANOS
Apesar dos números atuais e das previsões populacionais, a Sabesp explica que o sistema em funcionamento permite ampliar a produção quando há maior demanda como, por exemplo, durante a temporada. Nesse período, a população chega a quase triplicar com a presença de turistas.

Além disso, o sistema em funcionamento possibilita que a água seja enviada de uma cidade para outra. Para atender à demanda futura, a empresa está realizando obras previstas para os próximos cinco anos, com investimentos de mais de R$ 530 milhões.

Em execução, estão quatro novas Estações de Tratamento de Água (ETAs) ­ Mambu, em Itanhaém; Jurubatuba, em Guarujá; Boraceia, em Bertioga; e Itu, em São Vicente ­, além de melhorias para a eficiência operacional da ETA Cubatão, considerada o coração do sistema produtor de água da Baixada.

“O Sistema Mambu, localizado em Itanhaém, vai permitir uma maior disponibilidade hídrica naregiãocentral, vistoque não será mais necessário enviar água da ETA Cubatão para Praia Grande, por exemplo, e da mesma forma, será possível trazer água de Mambu paraSantos.Issogaranteapossibilidade de operar o sistema de abastecimento de várias formas”, diz o superintendente da Sabesp na Baixada Santista,Joaquim Hornink Filho.
__________________________________________________________
Por hoje é só!!!
Cuidem e preservem a água.

Acessem, comentem e divulguem esse espaço.
Até breve.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Comunidade do Guarujá se une por limpeza nas praias

Lixo na praia não!
Por Catharina Apolinário de Souza
http://ecosurfi.ning.com/events/lixo-na-praia-nao

O lixo nas praias tem sido um problema sério, do ponto de vista turístico e ambiental. Recentemente o programa Fantástico colocou no ar uma matéria sobre o assunto, quando pediram às companhias de limpeza urbana de sete cidades que separassem o lixo recolhido em um trecho de 1km de praia em um dia de um final de semana. A praia de Pitangueiras ficou em terceiro lugar, totalizando 5 toneladas de lixo recolhidas.

A Secretaria de Meio Ambiente de Guarujá (Semam), lançou uma provocação à comunidade, que imediatamente aceitou realizar uma ação de conscientização quanto a questão do lixo nas praias.

No próximo domingo (21), véspera do dia mundial da água, a partir das 9h, instituições ambientais, secretarias municipais (Meio Ambiente, Serviços Públicos, Assistência Social e Educação), escoteiros, estudantes, pesquisadores, surfistas e pescadores se unirão para agir em favor do meio ambiente, que é fundamental para o exercício de suas atividades, seja esporte, lazer ou trabalho.

Duas equipes de voluntários se dividirão em dois períodos, das 9 às 13h, e das 12 às 16h, onde um trecho da praia será devidamente sinalizado para realização das tarefas. As atuações serão simultâneas. Alunos do Colégio 1° de Maio farão uma enquete na faixa de areia e no calçadão para coletar dados sobre o problema do lixo nas praias e possíveis soluções.

Enquanto isso algumas equipes se dividem na areia para coletar o lixo encontrado e conversar com freqüentadores, dentro destas equipes, alunos do Projeto Ondas, ONG Meninos da Enseada, Centro de Treinamento de Surf de Guarujá e da escola de surf RSP, além de pescadores de várias comunidades e voluntários de diversos setores. O problema da parafina será abordado diretamente com os surfistas que estiverem no local, a empresa de parafina ecológica MOANA ECO-SURF WAX.

No mar ao redor da ilha da Pombeva pescadores da Astúrias e surfistas recolherão o lixo marinho. Ao mesmo tempo em que acontece a Intervenção do artista plástico ambiental, Alexandre Huber também estará presente na ação , trazendo sua arte à favor da importância da preservação ambiental, a pintura será feita no Mirante da praia de Pitangueiras e conta com apoio da Eucatex e da Tigre , em sua tenda artística as crianças poderão participar de diversas atividades.

O lixo recolhido no mar, na praia e no calçadão por todas as equipes será reunido, classificado e pesado em conjunto com agentes voluntários, este lixo ficará em exposição para observação dos transeuntes que por ali passarem.

Nas tendas haverá exposição de trabalhos sobre a questão do lixo na praia e no mar de diversas instituições. Atividades de educação ambiental serão realizadas e, no encontro das duas turmas, haverá uma atividade de integração e sorteio de uma bicicleta aos voluntários, doada pela entidade Vivamar. O instituto de pesquisa NUPEC também estará presente colaborando com a ação.

Horário: 21 março 2010 de 9:00 a 16:00
Local: Praia das Pitangueiras
Organizado por: Catharina Apolinário – comunidades de Guarujá – SEMAM
___________________________________________________________
E isso aí galera de Cubatão, esse é um convite enviado para nós através do blog Voluntários do rio. Quem quiser ir até o Guarujá e colaborar, ou se estiver na cidade não custa dar uma passadinha e conferir essa importante ação.

Acessem, comentem e divulguem esse nosso espaço.
Até.

3 Comentários

Arquivado em notícia

Lixo toma conta das praias brasileiras

Começo, hoje, a divulgação de vídeos e matérias bem interessantes sobre o meio ambiente. Essa é do Fantástico de 10/01/2010. Mostra o ranking das praias mais sujas de nosso litoral. Destaque para Pitangueiras, no Guarujá, que ficou em terceiro lugar.

Aguardo sugestões de vídeos, matérias e artigos que possamos divulgar.
Continuem acessando e divulgando esse espaço.
Até breve.

1 comentário

Arquivado em notícia