Arquivo da tag: secretários municipais

Secretário de Cultura de Cubatão fala sobre o Perequê

Confiram a seguir entrevista com o secretário de Cultura de Cubatão e membro do Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro, Welington Ribeiro Borges. Aproveitando visita ao Parque Ecológico do Perequê no último dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, ele conta algumas curiosidades e fala sobre a história do local. 

Até a próxima!

 

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Pesquisa em Santos vai estudar se limpeza das praias mata biota marinha

http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,pesquisa-em-santos-vai-estudar-se-limpeza-das-praias-mata-biota-marinha,590321,0.htm

A ideia é testar a hipótese de que o equipamento usado estaria contribuindo com o desaparecimento da vida

04 de agosto de 2010 | 15h 05
Rejane Lima, da Agência Estado

A Prefeitura de Santos pretende suspender o uso de rastelos (instrumentos com uma grade com dentes) que, presos a um pequeno trator, realizam a limpeza da areia em um trecho da praia. A ideia é testar a hipótese de que o equipamento estaria contribuindo com o desaparecimento da biota marinha (organismos como conchas, moluscos e pequenos crustáceos) cuja presença é cada vez mais rara a beira mar.

“Ainda não há uma pesquisa científica que comprove o desaparecimento dessa biota marinha, mas essa é uma impressão da comunidade”, afirmou o Secretário Municipal do Meio Ambiente, Fábio Alexandre Nunes, que acredita na possibilidade de os rastelos, utilizados desde 1996, terem retirado ao longo dos últimos anos parte da fauna marinha junto com o lixo.

Professor de biologia, Fábio pretende aproximar a comunidade científica do problema e através de parcerias com universidades testar a hipótese em um trecho da praia. “Poderíamos substituir o uso do rastelo pela limpeza manual em um trecho entre dois canais, por exemplo (entre 650 e 1050 metros) em um período de seis meses a um ano para testar se essa fauna retornaria”, afirma o secretário, explicando que o período é suficiente para tal comprovação, levando em conta o ciclo de vida dessas espécies.

O secretário explica que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente estuda há quatro meses possibilidades de aprimorar o plano de manejo das praias, que após a intervenção do homem e das construções dos canais, há cem anos, requer um trabalho específico de limpeza e gestão do assoreamento.

“Nosso objetivo de ampliar o conceito de balneabilidade de todo o contexto da praia, analisando a possibilidade de recuperação desse ambiente marinho, para atrair mais peixes, aves, toda a fauna”, disse o professor, completando que, como a praia é democrática, a intenção é realizar audiências públicas para que toda a sociedade possa “dar pitacos” nessa transformação.
__________________________________________________________
Continuem acessando e divulgando esse espaço.
Até breve!

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Comunidade do Guarujá se une por limpeza nas praias

Lixo na praia não!
Por Catharina Apolinário de Souza
http://ecosurfi.ning.com/events/lixo-na-praia-nao

O lixo nas praias tem sido um problema sério, do ponto de vista turístico e ambiental. Recentemente o programa Fantástico colocou no ar uma matéria sobre o assunto, quando pediram às companhias de limpeza urbana de sete cidades que separassem o lixo recolhido em um trecho de 1km de praia em um dia de um final de semana. A praia de Pitangueiras ficou em terceiro lugar, totalizando 5 toneladas de lixo recolhidas.

A Secretaria de Meio Ambiente de Guarujá (Semam), lançou uma provocação à comunidade, que imediatamente aceitou realizar uma ação de conscientização quanto a questão do lixo nas praias.

No próximo domingo (21), véspera do dia mundial da água, a partir das 9h, instituições ambientais, secretarias municipais (Meio Ambiente, Serviços Públicos, Assistência Social e Educação), escoteiros, estudantes, pesquisadores, surfistas e pescadores se unirão para agir em favor do meio ambiente, que é fundamental para o exercício de suas atividades, seja esporte, lazer ou trabalho.

Duas equipes de voluntários se dividirão em dois períodos, das 9 às 13h, e das 12 às 16h, onde um trecho da praia será devidamente sinalizado para realização das tarefas. As atuações serão simultâneas. Alunos do Colégio 1° de Maio farão uma enquete na faixa de areia e no calçadão para coletar dados sobre o problema do lixo nas praias e possíveis soluções.

Enquanto isso algumas equipes se dividem na areia para coletar o lixo encontrado e conversar com freqüentadores, dentro destas equipes, alunos do Projeto Ondas, ONG Meninos da Enseada, Centro de Treinamento de Surf de Guarujá e da escola de surf RSP, além de pescadores de várias comunidades e voluntários de diversos setores. O problema da parafina será abordado diretamente com os surfistas que estiverem no local, a empresa de parafina ecológica MOANA ECO-SURF WAX.

No mar ao redor da ilha da Pombeva pescadores da Astúrias e surfistas recolherão o lixo marinho. Ao mesmo tempo em que acontece a Intervenção do artista plástico ambiental, Alexandre Huber também estará presente na ação , trazendo sua arte à favor da importância da preservação ambiental, a pintura será feita no Mirante da praia de Pitangueiras e conta com apoio da Eucatex e da Tigre , em sua tenda artística as crianças poderão participar de diversas atividades.

O lixo recolhido no mar, na praia e no calçadão por todas as equipes será reunido, classificado e pesado em conjunto com agentes voluntários, este lixo ficará em exposição para observação dos transeuntes que por ali passarem.

Nas tendas haverá exposição de trabalhos sobre a questão do lixo na praia e no mar de diversas instituições. Atividades de educação ambiental serão realizadas e, no encontro das duas turmas, haverá uma atividade de integração e sorteio de uma bicicleta aos voluntários, doada pela entidade Vivamar. O instituto de pesquisa NUPEC também estará presente colaborando com a ação.

Horário: 21 março 2010 de 9:00 a 16:00
Local: Praia das Pitangueiras
Organizado por: Catharina Apolinário – comunidades de Guarujá – SEMAM
___________________________________________________________
E isso aí galera de Cubatão, esse é um convite enviado para nós através do blog Voluntários do rio. Quem quiser ir até o Guarujá e colaborar, ou se estiver na cidade não custa dar uma passadinha e conferir essa importante ação.

Acessem, comentem e divulguem esse nosso espaço.
Até.

3 Comentários

Arquivado em notícia

Óleo de cozinha será coletado em feiras livres de Santos

Bom exemplo a ser seguidos por outros municípios da região. Ao menos como ação inicial é muito positiva, pois não basta pedir para a população colaborar com o meio ambiente, é preciso ir até as pessoas. Isso já facilita bastante.

Óleo de cozinha usado será coletado em todas as feiras

A-7
Baixada Santista
A Tribuna – Sexta-feira, 12 março de 2010
http://www.atribuna.com.br

DA REDAÇÃO
Todas as feiras livres da cidade de Santos terão agora postos de coleta de óleo de cozinha usado. Lançado como piloto em julho do ano passado, o programa Óleo na Feira reiniciará suas atividades hoje, a partir das 10 horas, na Rua Campos Melo, e contará com a presença e o aval do secretario do Meio Ambiente, Fabio Alexandre Nunes.

A iniciativa é do ambientalista Nelson Rodrigues, em parceria com o Sindicato dos Feirantes de Santos e Região e a empresa gerenciadora de resíduos Marim. Segundo Gonçalves, o objetivo do projeto é conscientizar a população sobre a importância da participação de cada um na defesa do meio ambiente. “Quando o óleo é jogado em ralos, vasos sanitários e em pias de cozinha, ele se solidifica, podendo causar entupimento dos canos e do sistema de esgoto. Para desentupir, é preciso utilizar produtos químicos. E o destino final de todo esse material é o oceano”, explica o ambientalista. Já quando o material é jogado nos lixões e aterros, o produto contamina o solo, contribuindo para a produção do gás metano.

POSTO DE COLETA
O posto de coleta será montado em uma das extremidades das feiras. Em cada uma delas, haverá duas bombas de 30 litros para que o consumidor possa despejar os dejetos. Os donos de barracas que vendem pastéis também poderão dar a destinação correta ao óleo usado para fritura dos salgados. Além disso, uma pessoa estará no local para distribuir panfletos explicativos, orientar e esclarecer as dúvidas da população. “Acredito que as pessoas vão se acostumar a ir a feira e descartar o óleo usado na semana ou no mês, e isso passará a ser um hábito cultural”.

Os resíduos coletados serão levados para o depósito da empresa, que encaminhará o produto ao interior do Estado, onde será reciclado. “A ideia, no futuro, é ampliar o projeto para as feiras das demais cidades da região”, explica. A chefe do Departamento de Políticas e Controle Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santos, Lígia Dutra, elogiou o projeto. “Vamos apoiar, prestar assitência e ajudar a divulgar essa iniciativa”.
___________________________________________________________

Continuem acessando, divulgando e comentando.
Até breve.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Mangue limpo pode impulsionar turismo em Cubatão

Ex-secretário de meio ambiente de Cubatão, Daniel Losada, que também é membro do CCC e empresário da área do turismo náutico, fala sobre o impacto do lixo no mangue e os aspectos negativos que causa no turismo da cidade.

 
Continuem acessando e divulgando esse espaço. Na próxima atualização mais detalhes e fotos da peça “Quase no quintal de casa”.

Até!

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião

Voluntários do Rio na mídia

Para quem não leu, ou quer ler novamente, segue a íntegra da matéria publicada na edição de ontem do caderno da Indústria do jornal A Tribuna:

Secretários municipais e representantes do CCC Carbocloro

Secretários municipais e representantes do CCC Carbocloro

Carbocloro vai realizar canoaço para limpar três rios de Cubatão

E-4
Indústria
A TRIBUNA Sexta-feira 31 julho de 2009 

www.atribuna.com.br

MANUEL ALVES FERNANDES

DA REDAÇÃO

 
O Conselho Comunitário Consultivo da Carbocloro promoverá um canoaço com apoio da comunidade para limpar os mangues dos rios Cubatão, Cascalho e Casqueiro, dia 13 de setembro, com partida do píer próximo ao Conjunto Afonso Schmidt. O passeio de barcos segue até a Vila dos Pescadores como parte do Programa Voluntários do Rio envolvendo 800 crianças de cinco escolas municipais de ensino fundamental em Cubatão com o objetivo de despertar hábitos de preservação ambiental. O programa é uma iniciativa da Carbocloro em parceria com a Prefeitura de Cubatão.

Os organizadores pretendem sensibilizar as entidades do Município para apoiar o programa que tem como slogan Voluntários do Rio, eu mergulho nessa idéia. E a idéia “é promover a limpeza desses rios através da retirada do lixo depositado em suas margens e superfícies e conscientizar a população sobre o descarte adequado do lixo, visando à preservação dos rios e de seus ecossistemas”, explica Teodoro Pavão, gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Carbocloro e membro do Conselho Consultivo.

A limpeza dos rios e a campanha educativa beneficiam toda a comunidade. E o projeto também tem como propósito estimular o turismo náutico em Cubatão.

RELAÇÃO COM O RIO

A Carbocloro desenvolve, há 11 anos, um projeto para a instalação de uma hidrovia no Rio Cubatão, retomando uma prática secular no Município que, no passado, utilizou com sucesso esse sistema de transporte fluvial.

O uso dos rios de Cubatão paraa prática de esportes náuticos esteve em voga até meados desta década, tendo sido retomada no final dos anos 1990, depois que a Cetesb garantiu que a recuperação ambiental das águas dos rios locais havia sido atendida com sucesso.

O convite às visitas turísticas foi desencadeado com a descoberta do retorno do guará-vermelho, ave que se tornou símbolo da cidade, à região dos mangues das margens desses rios, atestando o sucesso do programa de recuperação ambiental. Alunos das Unidades Municipais de Ensino (UMEs) Padre Manoel da Nóbrega, Padre Antonio Olivieri, João Ramalho, Rui Barbosa e Padre José de Anchieta participarão da segunda fase do programa de atividades, que se realizará de setembro a novembro, com o propósito de conscientização ambiental das crianças e familiares.

Haverá apresentações da peça Quase no Quintal de Casa, com distribuição de cartilha educativa e participação em jogos lúdicos, e oficinas de reciclagem e concurso familiar, com premiação dos melhores trabalhos.
 

TRANSFORMAR E RECUPERAR

“Queremos mostrar que é pos- sível transformar nossos rios e recuperá-los”, explica o ambientalista e fotógrafo Rolando Roebbelen, membro do conselho e idealizador do canoaço. “Queremos transformar esse evento num grande trabalho conjunto para recuperar o que está comprometido, preservar o que sobrou e transformar o entorno do rio num grande parque dos manguezais”.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Vanderlei Oliveira, a Prefeitura de Cubatão dará total apoio à iniciativa, que além da preservação do meio ambiente enfatiza a atividade turística, um dos objetivos da administração da prefeita Marcia Rosa.

“Temos áreas maravilhosas para serem exploradas e vamos conseguir transformar nossa cidade em estância turística”, disse Oliveira. Sob o ponto de vista educacional, a campanha também ganhou o apoio do secretário municipal de Educação, Fábio Oliveira Inácio. “Devemos investir em ações de limpeza dentro das escolas porque esses atos mexem também com a consciência dos adultos”. O programa foi anunciado em ato que contou com a presença do presidente da empresa, Mario Cilento.

1 comentário

Arquivado em artigos