Arquivo da tag: turismo

Luta contra aquecimento climático deixa pontos turísticos às escuras neste sábado

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=26903&idDepartamento=13&idCategoria=0
AFP

Centenas de locais mundialmente famosos, como o Cristo Redentor, a Torre Eiffel ou a Cidade Proibida, ficarão às escuras neste sábado durante a Hora do Planeta, uma ação destinada a promover a luta contra o aquecimento climático durante o qual se prevê a participação de milhões de pessoas.

Organizada pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), a operação adquiriu uma dimensão mundial em 2008 e no sábado, às 20h30 locais (9H30 GMT), mais de 1.200 edifícios apagarão suas luzes.

Esta quarta edição, que acontece três meses depois do fracasso da cúpula do clima de Copenhague, promete ser a mais seguida, com 125 países participantes ante os 88 do ano anterior, anunciaram os organizadores.

“A acolhida dada à Hora do Planeta foi imensa. A taxa de respota é muito superior ao ano passado”, afirmou com satisfação o fundador do movimento, Andy Ridley. “Supõe-se que a operação Hora do Planeta vai ultrapassar as fronteiras geográficas e econômicas”, acrescentou.

O movimento nasceu em Sydney em 2007, quando 2,2 milhões de pessoas permaneceram às escuras durante 60 minutos para sensibilizar a opinião pública sobre o consumo excessivo de eletricidade e a poluição por dióxido de carbono.

Muitas multinacionais como o Google, Coca-Cola, Hilton, McDonalds, Canon, HSBC ou Ikea aceitaram participar no apagão pelo bem do planeta.

Sydney será, pela diferança horária, a primeira a mergulhar na escuridão, com o apagar das luzes da Ópera. Depois as luzes serão apagadas nas Pirâmides do Egito, a Fontana de Trevi e a Torre de Pisa, na Itália, ou a Torre Eiffel de Paris.

No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor permanecerá às escuras e a prefeitura organiza várias atividades como um vigília à luz de velas na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Em Pequim, a Cidade Proibida e o emblemático Ninho do Pássaro, estádio dos Jogos Olímpicos de 2008, também ficarão às escuras. Estes apagões adquirem um significado especial neste país, símbolo de um crescimento econômico fulgurante acompanhado de uma contaminação que ostenta o título de maior poluente do mundo.

No Japão, o Memorial da Paz de Hiroshima participará na operação enquanto que os grupos Sony, Sharp e Asahi apagarão suas luzes em Tóquio. Em Dubai, a Burj Khalifa, a maior torre do mundo, sumirá na escuridão.

Em dezembro, a Conferência de Copenhague, sob patrocínio da ONU, desembocou em um acordo de mínimos entre 30 países, dos 192 participantes. O acordo fixa como objetivo limitar a dois graus a elevação média da temperatura do planeta, mas é impreciso sobre como se conseguirá ao não cifrar objetivos a curto prazo (2020) nem a médio (2050).

Os grandes países em desenvolvimento, como a China e a Índia, se negam a aceitar obrigações vinculantes e consideram que os objetivos dos países industrializados estão muito longe de sua responsabilidade na poluição do planeta.
_________________________________________________________
É isso aí gente. Olha a hora do planeta!!!
Até breve.

Deixe um comentário

Arquivado em notícia

Comunidade do Guarujá se une por limpeza nas praias

Lixo na praia não!
Por Catharina Apolinário de Souza
http://ecosurfi.ning.com/events/lixo-na-praia-nao

O lixo nas praias tem sido um problema sério, do ponto de vista turístico e ambiental. Recentemente o programa Fantástico colocou no ar uma matéria sobre o assunto, quando pediram às companhias de limpeza urbana de sete cidades que separassem o lixo recolhido em um trecho de 1km de praia em um dia de um final de semana. A praia de Pitangueiras ficou em terceiro lugar, totalizando 5 toneladas de lixo recolhidas.

A Secretaria de Meio Ambiente de Guarujá (Semam), lançou uma provocação à comunidade, que imediatamente aceitou realizar uma ação de conscientização quanto a questão do lixo nas praias.

No próximo domingo (21), véspera do dia mundial da água, a partir das 9h, instituições ambientais, secretarias municipais (Meio Ambiente, Serviços Públicos, Assistência Social e Educação), escoteiros, estudantes, pesquisadores, surfistas e pescadores se unirão para agir em favor do meio ambiente, que é fundamental para o exercício de suas atividades, seja esporte, lazer ou trabalho.

Duas equipes de voluntários se dividirão em dois períodos, das 9 às 13h, e das 12 às 16h, onde um trecho da praia será devidamente sinalizado para realização das tarefas. As atuações serão simultâneas. Alunos do Colégio 1° de Maio farão uma enquete na faixa de areia e no calçadão para coletar dados sobre o problema do lixo nas praias e possíveis soluções.

Enquanto isso algumas equipes se dividem na areia para coletar o lixo encontrado e conversar com freqüentadores, dentro destas equipes, alunos do Projeto Ondas, ONG Meninos da Enseada, Centro de Treinamento de Surf de Guarujá e da escola de surf RSP, além de pescadores de várias comunidades e voluntários de diversos setores. O problema da parafina será abordado diretamente com os surfistas que estiverem no local, a empresa de parafina ecológica MOANA ECO-SURF WAX.

No mar ao redor da ilha da Pombeva pescadores da Astúrias e surfistas recolherão o lixo marinho. Ao mesmo tempo em que acontece a Intervenção do artista plástico ambiental, Alexandre Huber também estará presente na ação , trazendo sua arte à favor da importância da preservação ambiental, a pintura será feita no Mirante da praia de Pitangueiras e conta com apoio da Eucatex e da Tigre , em sua tenda artística as crianças poderão participar de diversas atividades.

O lixo recolhido no mar, na praia e no calçadão por todas as equipes será reunido, classificado e pesado em conjunto com agentes voluntários, este lixo ficará em exposição para observação dos transeuntes que por ali passarem.

Nas tendas haverá exposição de trabalhos sobre a questão do lixo na praia e no mar de diversas instituições. Atividades de educação ambiental serão realizadas e, no encontro das duas turmas, haverá uma atividade de integração e sorteio de uma bicicleta aos voluntários, doada pela entidade Vivamar. O instituto de pesquisa NUPEC também estará presente colaborando com a ação.

Horário: 21 março 2010 de 9:00 a 16:00
Local: Praia das Pitangueiras
Organizado por: Catharina Apolinário – comunidades de Guarujá – SEMAM
___________________________________________________________
E isso aí galera de Cubatão, esse é um convite enviado para nós através do blog Voluntários do rio. Quem quiser ir até o Guarujá e colaborar, ou se estiver na cidade não custa dar uma passadinha e conferir essa importante ação.

Acessem, comentem e divulguem esse nosso espaço.
Até.

3 Comentários

Arquivado em notícia

A hora e a vez da U.M.E. Antonio Ortega Domingues

Hoje, o espaço é para a redação vencedora na U.M.E. Antonio Ortega Domingues, da aluna Lyara Porto Sousa que contou com a colaboração de seu pai, José Jerônimo de Sousa, e teve a professora Emília como a responsável pelo trabalho:

Lyara com seus pais, durante passeio de barco, no encerramento do projeto, em 29 de novembro

“Da mesma forma que existe a campanha contra a dengue, deveria haver sobre a poluição, pois não podemos esquecer que ela também é uma doença.

Jogando lixo nos rios e mangues nós estamos matando os pássaros que lá se alimentam e os peixes que vivem no local.

Deveria haver palestras sobre poluição, para que as pessoas se conscientizassem de como toda essa sujeira faz mal para a humanidade.

Além disso, devemos preservar os rios e mangues mantendo sempre os mutirões de limpeza e campanhas com cartazes e anúncios na mídia.

Um bom trabalho de reciclagem em todos os municípios, também, diminuiria em grande parte a sujeira que acaba se acumulando.

A própria Secretaria do Meio Ambiente, em parceria com a Secretaria de Turismo, deveria incentivar a população local promovendo sempre passeios de barco ou, até mesmo, caminhadas frequentes, desde que bem divulgadas.”

Consciência e criatividade desde pequena. Parabéns pelas ótimas ideias!

Continuem acessando, comentando e divulgando esse espaço.

 Ainda falta a redação vencedora da escola Anchieta. Aguardem as novas atualizações!

Até…

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião

Mais uma do concurso de redação…

Hoje, o espaço é para a redação vencedora na U.M.E. João Ramalho, da aluna Beatriz Pereira Braga que contou com a colaboração de seus pais, Roberto Marcio Braga e Valquiria Alves Pereira, e teve a professora Ana Maria como responsável pelo trabalho:

Beatriz com sua família durante passeio de barco, no encerramento do projeto, em 29 de novembro

“Muita gente não sabe, mas Cubatão é uma cidade linda. Não tem praias, mas tem rios e mangues que merecem toda a nossa proteção. Infelizmente, algumas pessoas não percebem que sujando esses lugares estão provocando a destruição do meio ambiente. É preciso conservá-lo.

Para ajudar a preservar os rios e mangues de nossa querida Cubatão é necessário que a comunidade se conscientize de que eles são importantes para todos.

Quando o povo entender que nosso ecossistema local precisa de ajuda para não ser degradado, conseguiremos evitar tanta sujeira que se acumula nas margens dos rios e mangues de nossa cidade pela ação humana.

Nossa proposta é fazer com que os moradores do município passem a demonstrar cuidado com a natureza e se comprometam a preservar o manguezal.

Uma boa idéia é levar os alunos da rede pública a conhecerem os rios e mangues da cidade, para que desde pequenos, entendam que é feio destruir a natureza. É preciso, também, mobilizar a população em geral em prol desta causa ambiental de suma importância para o nosso município e o nosso país.

É uma oportunidade que temos para desenvolver diversas atividades juntos aos moradores das áreas próximas aos rios e mangues, orientando-os a cuidar dos mangues em favor da natureza.

Com a limpeza dos rios e mangues de nossa cidade através de um programa de conscientização e trabalho, isso será incentivo ao desenvolvimento do turismo ambiental.”     

Está aí, boas propostas e muita vontade de ver um meio ambiente melhor.

Continuem acessando, divulgando e comentando!!!

Em breve, as redações vencedoras nas outras três escolas.

Até a próxima.

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião

Mangue limpo pode impulsionar turismo em Cubatão

Ex-secretário de meio ambiente de Cubatão, Daniel Losada, que também é membro do CCC e empresário da área do turismo náutico, fala sobre o impacto do lixo no mangue e os aspectos negativos que causa no turismo da cidade.

 
Continuem acessando e divulgando esse espaço. Na próxima atualização mais detalhes e fotos da peça “Quase no quintal de casa”.

Até!

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião