Arquivo do mês: agosto 2009

Projeto é bem recebido pelos docentes de Cubatão

Rolando Roebbelen apresenta Voluntários do Rio aos professores

Rolando Roebbelen apresenta Voluntários do Rio aos professores

Por Renato Silvestre

 

Apresentado na última terça-feira (11/08) aos professores e diretores das Unidades Municipais de Ensino Antonio Ortega Domingues, Padre Antonio Olivieri, João Ramalho, Rui Barbosa e Padre José de Anchieta – escolas que atendem as crianças e jovens que vivem próximos aos rios e mangues de Cubatão -, o projeto Voluntários do Rio foi aprovado.

Em reuniões realizadas em dois períodos na U.M.E. Padre José de Anchieta, que contaram com a presença também de membros do Conselho Comunitário Consultivo da Carbocloro, os educadores puderam compreender melhor o projeto e o importante papel  que terão na conscientização dos alunos. Todas as atividades e os objetivos buscados pelo projeto foram apresentados pelo idealizador do Voluntários do Rio, o jornalista e ambientalista Rolando Roebbelen.

Segundo Sylvia Vieira, membro do CCC e assessora de comunicação da Carbocloro, essa aproximação com os professores foi um sucesso. “Pude perceber que eles gostaram bastante e ficaram entusiasmados. Senti comprometimento da parte deles para tocar o projeto”, revelou.

Esse é mais um importante passo do CCC Carbocloro em busca de agregar forças para que a realização do Voluntário do Rio possa, sobretudo, conscientizar e educar, pois somente dessa maneira teremos um meio ambiente mais respeitado e, por consequência, sustentável.

 

Nos próximos dias novas reuniões serão feitas e teremos novidades quanto ao Canoaço, que será o marco inicial do Voluntários do Rio.

Fiquem ligados!

Continuem acessando, comentem e dêem sugestões.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, Dados do projeto, opinião

Voluntários do Rio vai às escolas

Por Renato Silvestre

Membros do CCC Carbocloro  vão à U.M.E. Padre José de Anchieta apresentar o projeto aos professores.

Com o intuito de apresentar o projeto Voluntários do Rio aos professores das Unidades Municipais de Ensino Antonio Ortega Domingues, Padre Antonio Olivieri, João Ramalho, Rui Barbosa e Padre José de Anchieta – escolas que receberão as ações de conscientização e educação ambiental previstas no projeto -, membros do CCC Carbocloro estarão amanhã (11/08), às 11 e 13h na escola Anchieta.

Essa ação busca mostrar aos docentes tudo o que será realizado por meio do projeto e dessa maneira obter apoio essencial com estes, que são a chave para um processo de educação e conscientização ambiental.

As ações

Por meio de apresentações teatrais, atividades lúdicas e concurso de redação o projeto prevê a conscientização de 800 crianças da rede municipal de ensino (4ª série), e cerca de 3600 pessoas de forma indireta – familiares e amigos das crianças. As atividades acontecerão em escolas que atendem às comunidades que vivem próximas às margens dos rios.

Serão realizadas 10 apresentações teatrais desenvolvidas especialmente para o Voluntários do Rio. A peça “Quase no quintal de casa” discutirá a importância de cada individuo na preservação e manutenção do meio ambiente. Após as apresentações serão entregues materiais didáticos aos professores e jogos lúdicos, alusivos à peça, para as crianças.

Na etapa seguinte as escolas receberão uma Oficina de Reciclagem, que contará com instrutores especializados em criação de brinquedos, enfeites e utensílios de uso diário com garrafas PET.

O envolvimento dos pais e irmãos também estará garantido, uma vez que, por meio de um Concurso Familiar de Redação, os alunos poderão discutir a melhor forma de compor um texto sobre a questão ambiental, em ação que visa consolidar os conceitos disseminados durante as atividades de conscientização desenvolvidas (peça teatral, material didático, jogo lúdico e oficina de reciclagem).

Os alunos e pais que fizerem as melhores redações – julgadas por uma comissão de membros do CCC – receberão prêmios e farão um passeio de barco pelos rios Cubatão, Casqueiro e Cascalho.   

  

Para as reuniões de amanhã (11/08), todos os membros do CCC Carbocloro estão convidados. Qualquer dúvida entre em contato com a Sylvia.

Continuem acessando, comentando e levando pra frente essa idéia.

Deixe um comentário

Arquivado em artigos, Dados do projeto

Voluntários do Rio na mídia

Para quem não leu, ou quer ler novamente, segue a íntegra da matéria publicada na edição de ontem do caderno da Indústria do jornal A Tribuna:

Secretários municipais e representantes do CCC Carbocloro

Secretários municipais e representantes do CCC Carbocloro

Carbocloro vai realizar canoaço para limpar três rios de Cubatão

E-4
Indústria
A TRIBUNA Sexta-feira 31 julho de 2009 

www.atribuna.com.br

MANUEL ALVES FERNANDES

DA REDAÇÃO

 
O Conselho Comunitário Consultivo da Carbocloro promoverá um canoaço com apoio da comunidade para limpar os mangues dos rios Cubatão, Cascalho e Casqueiro, dia 13 de setembro, com partida do píer próximo ao Conjunto Afonso Schmidt. O passeio de barcos segue até a Vila dos Pescadores como parte do Programa Voluntários do Rio envolvendo 800 crianças de cinco escolas municipais de ensino fundamental em Cubatão com o objetivo de despertar hábitos de preservação ambiental. O programa é uma iniciativa da Carbocloro em parceria com a Prefeitura de Cubatão.

Os organizadores pretendem sensibilizar as entidades do Município para apoiar o programa que tem como slogan Voluntários do Rio, eu mergulho nessa idéia. E a idéia “é promover a limpeza desses rios através da retirada do lixo depositado em suas margens e superfícies e conscientizar a população sobre o descarte adequado do lixo, visando à preservação dos rios e de seus ecossistemas”, explica Teodoro Pavão, gerente de Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Carbocloro e membro do Conselho Consultivo.

A limpeza dos rios e a campanha educativa beneficiam toda a comunidade. E o projeto também tem como propósito estimular o turismo náutico em Cubatão.

RELAÇÃO COM O RIO

A Carbocloro desenvolve, há 11 anos, um projeto para a instalação de uma hidrovia no Rio Cubatão, retomando uma prática secular no Município que, no passado, utilizou com sucesso esse sistema de transporte fluvial.

O uso dos rios de Cubatão paraa prática de esportes náuticos esteve em voga até meados desta década, tendo sido retomada no final dos anos 1990, depois que a Cetesb garantiu que a recuperação ambiental das águas dos rios locais havia sido atendida com sucesso.

O convite às visitas turísticas foi desencadeado com a descoberta do retorno do guará-vermelho, ave que se tornou símbolo da cidade, à região dos mangues das margens desses rios, atestando o sucesso do programa de recuperação ambiental. Alunos das Unidades Municipais de Ensino (UMEs) Padre Manoel da Nóbrega, Padre Antonio Olivieri, João Ramalho, Rui Barbosa e Padre José de Anchieta participarão da segunda fase do programa de atividades, que se realizará de setembro a novembro, com o propósito de conscientização ambiental das crianças e familiares.

Haverá apresentações da peça Quase no Quintal de Casa, com distribuição de cartilha educativa e participação em jogos lúdicos, e oficinas de reciclagem e concurso familiar, com premiação dos melhores trabalhos.
 

TRANSFORMAR E RECUPERAR

“Queremos mostrar que é pos- sível transformar nossos rios e recuperá-los”, explica o ambientalista e fotógrafo Rolando Roebbelen, membro do conselho e idealizador do canoaço. “Queremos transformar esse evento num grande trabalho conjunto para recuperar o que está comprometido, preservar o que sobrou e transformar o entorno do rio num grande parque dos manguezais”.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Vanderlei Oliveira, a Prefeitura de Cubatão dará total apoio à iniciativa, que além da preservação do meio ambiente enfatiza a atividade turística, um dos objetivos da administração da prefeita Marcia Rosa.

“Temos áreas maravilhosas para serem exploradas e vamos conseguir transformar nossa cidade em estância turística”, disse Oliveira. Sob o ponto de vista educacional, a campanha também ganhou o apoio do secretário municipal de Educação, Fábio Oliveira Inácio. “Devemos investir em ações de limpeza dentro das escolas porque esses atos mexem também com a consciência dos adultos”. O programa foi anunciado em ato que contou com a presença do presidente da empresa, Mario Cilento.

1 comentário

Arquivado em artigos