Arquivo da categoria: Dados do projeto

Carbocloro lança a segunda edição do projeto Voluntários do rio

Voltado a crianças do 5º ano do Ensino Fundamental da rede pública, o projeto promove a conscientização ambiental e resgata a importância histórica de Cubatão

Resgatar a importância histórica e cultural da cidade de Cubatão (SP) e despertar o interesse das crianças cubatenses pela cidade onde vivem, além de promover a conscientização ambiental. Esses são os principais objetivos do projeto Voluntários do rio II – Vida e História de Cubatão, que será lançado no próximo dia 16 de março, às 15h, no Bloco Cultural de Cubatão, pela Carbocloro em parceria com o seu Conselho Comunitário Consultivo (CCC).

“Voltado para crianças do 5º ano do Ensino Fundamental da rede pública de Cubatão, o projeto nasceu da necessidade de criar ferramentas educacionais atrativas para levar às crianças de Cubatão uma nova forma de ver a cidade onde vivem, promovendo a valorização da história, da cultura e do meio ambiente”, explica Daniel Ravaneli, coordenador do projeto e membro do CCC.

Durante o Voluntários do rio II, que promoverá atividades até o fim do ano letivo de 2012, as crianças de Cubatão poderão participar de uma série de ações gratuitas desenvolvidas especialmente para o projeto. Os alunos receberão cartilhas, assistirão a um filme desenvolvido especialmente para o projeto, que retrata a história e o desenvolvimento de Cubatão, e participarão de um passeio de barco pelos rios da cidade.

Para Marcio Abreu, diretor Industrial da Carbocloro, desenvolver projetos voltados para crianças é algo fundamental para preservar a história, a cultura e o meio ambiente, já que serão elas as responsáveis pelo futuro da cidade de Cubatão. “O projeto torna-se ainda mais relevante por tratar destes temas de forma lúdica para aqueles que serão seus defensores no futuro, ou seja, as crianças. Acreditamos que é por meio de projetos como esse que daremos continuidade ao processo de melhoria da imagem da cidade, ao mesmo tempo em que trabalhamos a autoestima dos cubatenses”, destaca Abreu.

O projeto, foi desenvolvido através da Lei de Incentivo a Cultura (Lei Rouanet) do Ministério da Cultura. A previsão é de que 1600 alunos sejam beneficiados pela iniciativa.

As escolas interessadas em participar do projeto devem fazer a inscrição por meio do site
http://www.historiadecubatao.com.br ou através do email historiadecubatao@gmail.com

Atividades

Entre as atividades, haverá a exibição do filme “Cubatão Nota 10”, com duração de 30 minutos, que usa a animação e imagens reais de Cubatão para contar a vida de Jenifer, uma menina que precisa entregar um trabalho escolar sobre a cidade e acaba participando de uma história fantástica, por meio da qual faz uma viagem por Cubatão para descobrir o que a região tem de
melhor.

Outra atividade do projeto é um passeio de barco com duração de 50 minutos. O trajeto prevê quatro paradas onde serão abordados temas como localização geográfica, vida da população ribeirinha, fauna, flora e conscientização ambiental.

Ao longo do passeio, os alunos devem preencher as atividades da cartilha “Vida e História de Cubatão – Juntos, fazendo uma
cidade nota 10!”, que contém brincadeiras e curiosidades sobre a história, a cultura e o meio ambiente de Cubatão. O conteúdo da cartilha, além de ser trabalhado com os alunos durante as atividades do projeto, poderá servir como material de apoio para as aulas temáticas sobre a cidade.

Ao final, os alunos participam de uma Gincana de desenhos, onde as crianças poderão expor o que viram e aprenderam durante as atividades do projeto.

Todas as atividades, com exceção da Gincana de Desenhos, são realizadas na Náutica da Ilha, na Ilha de Caraguatá, em Cubatão, contando sempre com a supervisão de monitores devidamente treinados.

Sobre a Carbocloro

Instalada no Brasil desde 1964, a Carbocloro S.A. Indústrias Químicas – uma empresa do grupo Unipar e Occidental Chemical Corporation – é líder no fornecimento de cloro para tratamento de água no Brasil e produz matérias-primas que servem de base para importantes segmentos do parque industrial brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, notícia

Educação e cultura em prol da autoestima cubatense

Passeio de barco realizado como parte das ações previstas no projeto de 2009

Por Renato Silvestre

Como fruto do projeto Voluntários do rio, realizado pelo Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro, em 2009, um novo trabalho nasceu e será desenvolvido ao longo de 2012. Trata-se do projeto Voluntários do rio 2 – Vida e História de Cubatão, que foi idealizado e é coordenado pelo ex-secretário do meio ambiente de Cubatão e membro do CCC Carbocloro, Daniel Ravanelli Losada. Voltado para crianças do 5º ano do ensino fundamental da rede pública de Cubatão, o projeto foi aprovado pelo Ministério da Cultura e será patrocinado pela Carbocloro por meio da Lei Rouanet. A previsão é que 1800 alunos sejam beneficiados com essa iniciativa.

Os principais objetivos desse trabalho são resgatar a importância histórica da cidade, oferecer um panorama da realidade e da atualidade para a construção de uma identidade com o município, além de agregar valor cultural e despertar o interesse das crianças por Cubatão, aumentando sua autoestima.

Durante os atendimentos do projeto, as crianças serão recepcionadas na sede da empresa Náutica da Ilha, no Jardim Caraguatá. Elas receberão cartilhas com enfoque na educação ambiental para preenchimento simultâneo às atividades e assistirão a um filme que aborda a história, o desenvolvimento, aspectos geográficos e o meio ambiente de Cubatão, desenvolvido especialmente para este trabalho. Em seguida partirão para um passeio de barco pelos rios da cidade.

Para Daniel Losada, o Voluntários do rio 2 – Vida e História de Cubatão é uma consequência direta do trabalho do CCC realizado em 2009, mas dessa vez com um viés cultural. Segundo Daniel a expectativa é que o projeto seja um marco em termos educacionais na cidade. “Usaremos uma abordagem pioneira ao trabalhar o conhecimento de forma interativa e dinâmica. Com este projeto, certamente o aluno irá olhar Cubatão com outros olhos e sentir orgulho da cidade. Estou confiante que iremos obter bons resultados”, explica.

1 comentário

Arquivado em Dados do projeto, notícia

Voluntários do Rio é apresentado na Mostra Fiesp

http://www.atribuna.com.br

E-4
Indústria
A TRIBUNA
Sexta-feira. 27 de agosto de 2010.

DA REDAÇÃO

O projeto Voluntários do Rio, desenvolvido pela Carbocloro, foi um dos casos de destaque de procedimentos bem-sucedidos na relação indústria-comunidade durante a 4ª edição da Mostra de Responsabilidade Socioambiental da Fiesp/ Ciesp realizado de terça a quinta-feira desta semana, em São Paulo.

Apresentado no painel da Fiesp por Sylvia Vieira, do setor de Comunicação da Carbocloro, o projeto se inseriu no slogan Eu mergulho nesta idéia, com o objetivo de promover a limpeza do entorno dos rios Cascalho, Casqueiro e Cubatão, a fim de evitar o descarte inadequado dos resíduos para os cursos d’água.

Em 2009, em cinco dias de trabalho voluntário de estudantes e funcionários da Carbocloro, com apoio do Painel Consultivo Comunitário da empresa, foram coletadas cinco toneladas de lixo retirado dasmargens dos rios. Como saldo da campanha ficou a conscientização de 1.300 pessoas (destacando alunos das quartas séries do Ensino Fundamental). E, também, o impacto indireto em um universo de 4mil pessoas, formando agentes multiplicadores, com a utilização de material didático e a realização de peças teatrais e oficinas de reciclagem.

USIMINAS
O assessor de Sustentabilidade da Usiminas, André Chaves de Andrade, também falou sobre o compromisso da empresa com as comunidades de Minas Gerais e da Baixada Santista, durante a Mostra.
A Usiminas mantém uma série de projetos que contribuem para a melhoria da qualidade de vida, preservação do meio ambiente e inclusão social. Na Baixada Santista, conta com duas iniciativas sociais ­ Usiminas na Escola e o Projeto Mantiqueira ­ além de programas culturais e esportivos patrocinados por meio das leis federais e estaduais de incentivo.

1 comentário

Arquivado em Dados do projeto, notícia

Um pouco sobre tudo

Confiram alguns dos principais momentos do projeto Voluntários do rio, realizado em 2009, pelo Conselho Comunitário Consultivo Carbocloro:

Continuem acessando, comentando e divulgando esse espaço.

Em breve, enquanto não temos novidades sobre as novas fases do projeto, usarei o blog para divulgar notícias interessantes e curiosas sobre o meio ambiente. Aguardem!

Até.

1 comentário

Arquivado em Dados do projeto

Para fechar, a redação vencedora na U.M.E. Padre José de Anchieta!

Encerrando a série de postagens com as redações vencedoras do concurso familar, realizado nas cinco escolas que participaram do projeto Voluntários do rio, hoje é dia de dar destaque a U.M.E. Padre José de Anchieta. Nessa escola,  a aluna vencedora foi Maria Eduarda Costa Souza, que contou com a colaboração de sua tia, Juliana Lúcia Sampaio Forte, e teve a professora Maria José Lopes como a responsável pelo trabalho: 

Os canoístas marcaram presença no evento de encerramento do projeto

“Preservar os rios e mangues é necessário para a nossa própria sobrevivência. Não podemos responsabilizar só um grupo de pessoas, mas deve ser uma atitude de cada um.

Cada pessoa deve fazer a sua parte, como:

– Não jogar seus lixos domésticos nas encostas dos rios e mangues, sabendo que os lixos não somem, eles permanecem por muitos anos.

– Participar de campanhas nas suas cidades, com as famílias unidas nesse propósito, tendo consciência que é preciso preservar o meio ambiente, pois dependemos dos recursos naturais para sobreviver.

Não devemos pensar só no presente, mas sim, em atitudes corretas. Podemos deixar um mundo melhor e mais limpo para a nossa geração!

Direto e reto. Bela redação, com objetividade e firmeza nas colocações.

Continuem acessando, comentando e divulgando esse espaço para os seus contatos.

Em breve, mais atualizações! O projeto foi encerrado por enquanto, mas o blog permanece!

Até…

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião

A hora e a vez da U.M.E. Antonio Ortega Domingues

Hoje, o espaço é para a redação vencedora na U.M.E. Antonio Ortega Domingues, da aluna Lyara Porto Sousa que contou com a colaboração de seu pai, José Jerônimo de Sousa, e teve a professora Emília como a responsável pelo trabalho:

Lyara com seus pais, durante passeio de barco, no encerramento do projeto, em 29 de novembro

“Da mesma forma que existe a campanha contra a dengue, deveria haver sobre a poluição, pois não podemos esquecer que ela também é uma doença.

Jogando lixo nos rios e mangues nós estamos matando os pássaros que lá se alimentam e os peixes que vivem no local.

Deveria haver palestras sobre poluição, para que as pessoas se conscientizassem de como toda essa sujeira faz mal para a humanidade.

Além disso, devemos preservar os rios e mangues mantendo sempre os mutirões de limpeza e campanhas com cartazes e anúncios na mídia.

Um bom trabalho de reciclagem em todos os municípios, também, diminuiria em grande parte a sujeira que acaba se acumulando.

A própria Secretaria do Meio Ambiente, em parceria com a Secretaria de Turismo, deveria incentivar a população local promovendo sempre passeios de barco ou, até mesmo, caminhadas frequentes, desde que bem divulgadas.”

Consciência e criatividade desde pequena. Parabéns pelas ótimas ideias!

Continuem acessando, comentando e divulgando esse espaço.

 Ainda falta a redação vencedora da escola Anchieta. Aguardem as novas atualizações!

Até…

Deixe um comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião

A redação vencedora na U.M.E. Rui Barbosa…

Dando sequência a série de postagens com as redações vencedoras nas cinco escolas que participaram do projeto Voluntários do rio, hoje, a atualização fica por conta da representante da U.M.E. Rui Barbosa, a aluna Nádia dos Santos Ribeiro Lima que contou com a colaboração de sua tia, Márcia Adriana Ribeiro da Silva, e teve a professora Maria Aparecida de Matos Firmino como responsável pelo trabalho:

Diversidades de belezas em meio ao mangue cubatense

“Em primeiro lugar, eu gostaria de dizer que, apesar dos meus 10 anos, consigo perceber o quanto a natureza está sofrendo e, principalmente, os nossos rios que são fundamentais para a nossa existência, porque se não tiver água limpa nós iremos morrer.

Na minha opinião, o que pode ser feito é uma conscientização à toda população, começando na escola, através de trabalhos escolares e outros envolvendo todos os alunos.

Os postos de saúde (UBS), também podem incentivar, promovendo palestras e distribuindo folhetos e cartazes, além de orientar através dos agentes de saúde, de casa em casa, que não devemos jogar sujeira nas ruas (papéis, papéis de bala, saquinho de salgadinho, garrafas plásticas, latinhas etc) e, principalmente, não jogar óleo de comida na pia, porque tudo isso prejudica a natureza.

É importante também que tenha propaganda no rádio e na televisão, pois só com bastante informação conseguiremos ajudar a natureza. Já as escolas deveriam promover pelo menos a cada três meses a coleta de lixo nos rios.”

Muitas ideias e sonhos que podem ser realizados. Só depende de nós!

Continuem acessando, comentando e divulgando esse espaço.

Ainda faltam duas redações vencedoras serem postadas, por isso, aguarde. Voltamos em breve com mais atualizações.

Até.

1 comentário

Arquivado em Dados do projeto, opinião